Dica da semana

Você sabia que indivíduos ativos apresentam risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial em relação aos sedentários? Além disso, a realização regular de exercício físico reduz o risco de hipertensão arterial assim como auxilia no controle da pressão em pacientes em tratamento para a doença. 07-12-2018
Indivíduos que consomem grandes quantidades de alimentos em poucas refeições por dia podem se beneficiar do consumo de alimentos com volume maior e menor densidade energética, ou seja, alimentos com maior teor de água e/ou fibras como por exemplo caldo de legumes, saladas e vegetais antes das refeições, visto que estes alimentos auxiliam na saciação (redução da ingestão calórica na refeição). 29-11-2018
Prefira a fruta in natura ao suco de fruta, mesmo que este seja 100% natural. A falta de proteína e de fibras no suco pode predispor ao ganho de peso. Além disso, o alto teor de açúcares no suco, como a frutose, sacarose, glicose e sorbitol, contribui para o aumento do consumo de calorias e o risco de cárie dentária em crianças. 22-11-2018
Mulheres com excesso de peso apresentam maior risco de tromboembolismo venoso. Por isso, métodos contraceptivos contendo estrogênio devem ser evitados. Alternativas para evitar a concepção incluem DIU de progesterona (Mirena) ou métodos não hormonais como DIU de cobre e diafragma. 15-11-2018
Pacientes com ganho de peso, mesmo que dentro de um índice de massa corporal (IMC) considerado normal, como por exemplo, IMC de 23 para 25 kg/m², apresentam um risco 4 vezes maior de desenvolver diabetes melito tipo 2! 09-11-2018
Você sabia que existe uma íntima relação entre excesso de peso e asma? A asma pode favorecer o ganho de peso tanto pelo uso frequente de corticoide como pela promoção do sedentarismo. Já a obesidade pode piorar a evolução da asma! Uma perda de 15% do peso é capaz de reduzir as exacerbações, a gravidade e o uso de medicações de resgate em indivíduos com asma. 02-11-2018