Dica da semana

Para ser bem sucedido no emagrecimento, é necessário um acompanhamento regular no longo prazo com profissionais experientes no manejo da obesidade. Sendo uma habilidade, o controle do peso requer tempo e experiência, além de muita prática para desenvolver novos comportamentos e capacidades. 06-07-2018
A tendência após a perda de peso é um aumento do apetite, sobretudo por alimentos densamente calóricos. Por isso, é de suma importância que o paciente diminua sua exposição a condições que facilitem a alimentação excessiva, como por exemplo, ir a um rodízio de pizza (prefira a la carte), colocar as panelas à mesa (sirva seu prato e depois sente-se à mesa apenas com ele), não guardar "lanches especiais" para receber visitas. 29-06-2018
Você está em um tratamento para perda de peso e não está mais conseguindo perder peso conforme o esperado? Uma das causas mais comuns para a ausência de perda de peso é a subestimação das porções ingeridas. Nesse sentido, o registro alimentar aumenta a consciência do paciente sobre seu padrão inadequado de alimentação bem como sobre sua ingestão calórica total. Além de aumentar a atenção, o registro facilita a identificação das circunstâncias em que os comportamentos inadequados ocorrem. 22-06-2018
Para pacientes com diabetes em uso de insulina, o rodízio nos locais de aplicação da insulina é importante para evitar a formação de "nódulos" no tecido subcutâneo (conhecidos como lipodistrofia) e consequentemente piora do controle glicêmico. Por isso, é recomendado evitar o mesmo ponto de aplicação durante 14 dias, tempo necessário para cicatrizar e prevenir a lipodistrofia. 15-06-2018
Pacientes com diabetes tipo 2 devem realizar avaliação de complicações oftalmológicas, como retinopatia diabética, quando do diagnóstico da doença e após anualmente, mesmo na ausência de sintomas visuais! 08-06-2018
Pacientes com diabetes apresentam maior risco de infecção pneumocócica grave e complicações decorrentes do vírus influenza, como pneumonia bacteriana. Por isso, é recomendada vacina contra influenza anualmente e contra pneumoco em dose única para todos os pacientes com diabetes acima de 65 anos. Importante ressaltar que não existem níveis glicêmicos que contra-indiquem a vacinação! 01-06-2018